Prefeito abre ano letivo da Educação de Jovens e Adultos

Da redação/Decom - Portal da Prefeitura

 

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, participou na noite de segunda-feira (dia 4 de fevereiro) da abertura do ano letivo dos profissionais da Educação de Jovens Adultos (EJA). Na ocasião, ele falou um pouco da missão do educador e da responsabilidade de trazer à discussão o papel da cidadania desses alunos.

 

“Vocês [professores] tratam com pessoas que não tiveram a chance de serem alfabetizadas, por uma razão ou outra. Devemos buscar todos os caminhos para trazer essas pessoas à alfabetização. Como prefeito, quero dar todo o apoio, porque valorizo o trabalho do educador”, disse Jonas Donizette.

 

A abertura do ano letivo contou com a participação da secretária municipal de Educação, Solange Villon Kohn Pelicer, da diretora-executiva da Fumec-Ceprocamp, Darci da Silva e a coordenadora do Programa EJA I, Marinalva Imaculada Cuzin, além de aproximadamente 250 profissionais da Fumec.

 

 

A secretária de Educação ressaltou a importância da humanização do ensino. “É importante que o professor conheça o seu aluno, saiba o contexto em que ele está inserido, crie vínculos. É necessário colocar no estudante o sentimento de pertencer a uma sociedade, pois só assim promovemos a transformação”, afirmou Solange.

 

Para a diretora-executiva da Fumec, o cumprimento do programa de governo do prefeito Jonas Donizette - com estabelecimento de metas e indicadores de resultado -, propiciará maior efetividade na aprendizagem dos alunos.

 

“Aos servidores da Fumec propiciará a capacitação continuada, a recuperação da autoestima, que ontem estavam muito orgulhosos por terem pela primeira vez contada com a presença do Prefeito de Campinas, na abertura do ano letivo”, falou Darci.

 

O encontro foi realizado no auditório do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), em Campinas, e continua nesta terça (5), a partir das 19h, com a palestra sobre a “Cognição Social e Autonomia do Sujeito”, ministrada pela docente Maria Luisa Amorim Costa Bissoto.

 

Na segunda, quem falou aos profissionais da Fumec foi o professor Severino Antonio Moreira Barbosa que discutiu o tema: “Leitura, interdisciplinaridade e sentimento de autoria: uma escuta poética”.