Prefeito dá as boas-vindas aos 40 novos concursados da Fumec

O prefeito Jonas Donizette deu boas-vindas para 40 professores da Fumec (Fundação Municipal para Educação Comunitária) que ingressaram na carreira pública por meio do concurso realizado pela Fundação no ano passado. O encontro aconteceu na tarde desta terça-feira, dia 22 de dezembro, na Sala Azul, no 4º andar do Paço Municipal. Estiveram presentes a secretária de Educação, Solange Pelicer, e a diretora-executiva da Fumec, Darci da Silva.
 
 
“A prefeitura de Campinas tem 25 mil funcionários e seria complicado levar meus cumprimentos um a um. Então, faço questão de receber os funcionários que estão chegando e aqueles que se aposentam. Aos que estão partindo, tenho de agradecer pelos anos dedicados à vida pública, e aos que estão chegando, compartilhar a responsabilidade que temos enquanto prefeito. Por mais que tenhamos ideias e projetos, quem executa são vocês”, afirmou o prefeito.
 
 
Os novos concursados irão atuar na Fumec e no Ceprocamp (Centro Profissionalizante Antonio da Costa Santos), na Educação de Jovens e Adultos, nos seis Cursos Técnicos, nos 22 de Qualificação Profissional e nos demais programas oferecidos, como Consolidando a Escolaridade e Reforço Escolar. “Somos servidores públicos e desafio vocês a fazer o melhor, que é servir o público”, falou a Secretária de Educação.
 
 
Segundo Darci, a Fumec ficou 15 anos sem realizar concurso público e, por conta disso, a instituição enfrentou problemas junto ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas. “Os problemas apontados eram justamente a falta de concurso público e desvios de função. Hoje a Fumec tem um quadro organizacional completo”, comentou a diretora-executiva. A Fumec/Ceprocamp tem, atualmente, 490 profissionais.
 
 
Desde a sua criação, há 11 anos, o Ceprocamp nunca realizou um concurso público para a contratação dos seus profissionais. “Os professores eram contratados por meio de processo seletivo, e por um período determinado. Os profissionais faziam “bico” no Ceprocamp. Agora esta realidade mudou. Todos têm uma jornada a cumprir e não há mais espaço para 'bico'. Saímos de uma situação crítica e hoje somos apontados como referência”, comemorou Darci.